Papa Francisco acompanha “com dor” os conflitos entre Israel e Palestina: “As guerras são sempre uma derrota”

Compartilhe:

O Papa Francisco fez um novo apelo pela preservação da vida de civis diante do conflito entre o Hamas e Israel. Durante a oração do Angelus deste domingo, 15 de outubro, o pontífice rogou que “não se se derrame mais sangue inocente” e exortou que “as guerras são sempre uma derrota”.

“Continuo a seguir com muita dor o que está a acontecer em Israel e na Palestina. Penso em muitos…, especialmente nas crianças e nos idosos. Renovo o apelo pela libertação dos reféns e peço vivamente que as crianças, os doentes, os idosos, as mulheres e todos os civis não sejam vítimas do conflito”.

Francisco pediu que o direito humanitário seja respeitado, especialmente em Gaza, “onde é urgente e necessário garantir corredores humanitários e socorrer toda a população”.

“Irmãos e irmãs, já morreram tantos. Por favor, que não se derrame mais sangue inocente, nem na Terra Santa, nem na Ucrânia, nem em lado nenhum! Basta! As guerras são sempre uma derrota, sempre!”

Oração e jejum

Francisco convidou à oração, “força suave e santa para se opor à força diabólica do ódio, do terrorismo e da guerra”. Nesta terça-feira, 17 de outubro, todos os crentes podem se unir à Igreja na Terra Santa, dedicando-se à oração e ao jejum.

 

Conflitos em Israel e na Palestina: CNBB pede oração pela paz

 

Foto de capa: Vatican Media

Posts Relacionados

Facebook